Fiz a abertura da sexta edição do Excel Weekend contando um pouco da minha trajetória profissional junto com o Excel. Muitos me conhecem como a esposa do Galvão e tenho um orgulho danado deste título. São 15 anos de parceria tanto no âmbito profissional quanto pessoal. Mas faço mais que ser a esposa do Cristiano no meu dia a dia, tenho uma carreira para gerenciar também.

Eu comecei a trabalhar desde muito cedo, mas minha carreira profissional se iniciou realmente apenas em 2009. Já casada com o Cristiano, decidimos criar a GENECSIS Informática. Na época, Cristiano fechou uma consultoria com uma empresa de Nova York, onde teve a felicidade de conhecer o Fernando Fernandes. Neste mesmo ano, entrei para o programa de estágio da farmacêutica Merck para trabalhar com o Excel. Enfim consegui entrar em uma multinacional! Mas o desafio foi muito grande, pois tinha apenas um conhecimento básico de Excel e achava que Close-Up* era a marca de uma pasta de dente.

O meu conhecimento na ferramenta Excel cresceu muito em um curto período de tempo (Cristiano foi um grande professor). Com a confiança lá no alto, consegui passar por grandes desafios, me formei em Administração de Empresas, passei pela GSK, retornei para a Merck e terminei meu MBA em Gestão Estratégica. Em todo este tempo, o Excel foi a minha principal ferramenta de trabalho. Mas mesmo assim, a pergunta que sempre me faziam era: Por que o Excel?

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Em 2016 começamos o Excel Weekend e com isso, mais pessoas nos questionavam: Por que o Excel? Por que o Excel Weekend? Quando deixei o cargo de Coordenadora de Inteligência de Mercado para começar um Mestrado de Inteligência do Consumidor & Análise em Nova York, o setor funcionava todo na ferramenta Excel. Mas mesmo assim, lá estava a pergunta: Por que o Excel? Em Nova York, eu e o Cristiano fizemos workshops de Excel na flagship Microsoft da 5th Avenue e lá fomos novamente questionados: Por que o Excel? Por que Excel Weekend? A partir daí, como profissional de Inteligência de Mercado, comecei a fazer análises que me ajudasse a responder este tipo de questionamento de uma forma rápida e fácil. E acabei descobrindo alguns fatos relevantes:

– Em uma pesquisa realizada pela empresa Statista em 2018 no Estados Unidos, 50% dos entrevistados afirmaram usar o Microsoft Office (Excel, Word, PowerPoint) para editar arquivo de palavras, tabelas ou apresentações para uso privado.

– A Ipsos fez uma pesquisa em 2015 entre os adolescentes (12 – 17 anos) da Itália. 71% deles afirmaram usar a ferramenta Excel. Hoje, estes adolescentes estão ingressando ao mercado de trabalho.

– No final do ano passado, o site KDnuggets divulgou alguns resultados de suas pesquisas globais realizadas com Cientistas de Dados, dois dos resultados são:

·      KDnuggets perguntou quais são os principais softwares de análise, ciência de dados e aprendizado de máquinas. O Excel ficou em quarta posição, atrás de Python, RapdMiner e R.

·      Das habilidades de ciência de dados consideradas essenciais, 67% dos respondentes afirmaram ter habilidade em Excel.

– Pensando apenas no Brasil, o blog O Estatístico, fez uma análise descritiva das habilidades que as empresas brasileiras mais solicitaram em 2019. O Excel aparece com a terceira posição e o VBA na oitava. (Para saber mais desta análise, confira o vídeo: https://youtu.be/sRhKOwSfdoA).

– Além das pesquisas, quem utiliza a ferramenta, sabe que o Excel não para de evoluir. Nos últimos anos a Microsoft tem feito importantes ajustes na ferramenta e constantes lançamentos de novos recursos, como: Power Query, DAX, Ideas, Matrizes Dinâmicas, ProcX, gráfico Mapas e o recurso de compartilhamento.

– O Excel tem uma forte comunidade global que se reúne com frequência ao redor do globo para discutir ideias e tendências sobre a ferramenta. Alguns destes encontros, são: Excel Weekend (Brasil), Global Excel Summit (Londres), Bulgaria Excel Days (Bulgaria), Amsterdam Excel Summit (Amsterdã), Excel Olympics (Slovenia), Excelpaloza (Estados Unidos) e ModelOff (realizado em diversas cidades).

Para nos ajudar a juntar argumentos para a análise, Carlos Otero – Principal Program Manager no time do Excel da Microsoft, responsável pelas inovações na ferramenta – afirmou na sexta edição do palco do Excel Weekend que o Excel é a maior ferramenta do mundo para analisar dados e tomar decisões. São mais de 500 milhões de máquinas usando a ferramenta.

Então, sempre que alguém me questiona: Por que o Excel? A minha resposta será: Por que não o Excel? Além do que já citei acima, eu tenho mais centenas de motivos para considerar o Excel como uma excelente ferramenta. Quem pensa ao contrário de mim que fique com o trabalho de defender sua teoria.

Se você ainda se questiona Por que Excel Weekend? Uma foto pode responder sua dúvida:

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Por aqui, a GENECSIS segue com as consultorias e treinamentos na ferramenta Excel e na organização da sétima edição do Excel Weekend. Nos vemos no #EW7!

* Close-Up é uma importante consultoria do mercado farmacêutico, que apresenta dados de demanda e prescrição.

Vamos Analisar!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s